Teste a velocidade de sua conexão

Seja por problemas de conexão, ou simplesmente por curiosidade, nós, usuários que exigimos uma boa “velocidade” da nossa conexão, estamos sempre em dúvida se estamos recebendo o que foi proposto no contrato com o provedor. Saber a velocidade exata de sua conexão é praticamente impossível, mas existem vários meios de obter uma resposta aproximada para essa questão.
O primeiro deles é através de sites que fazem esse trabalho por você. Citarei dois exemplos nesse post.

O Velocímetro RJNET é um serviço nacional e a opção mais simples dessa lista. Basta entrar no site, clicar em “iniciar teste” e alguns segundos depois, você recebe um resumo detalhado de sua conexão, com taxa de download, upload e algumas extimativas de tempo de download de alguns arquivos. Um ponto negativo dessa opção é a forma como eles mostram a sua taxa de download, em kB/s. Um pouco ultrapassado considerando a popularização de conexões mais “potentes” no Brasil.

O Speedtest além de uma interface mais amigável, apresenta um serviço mais completo. Nele você pode realizar um teste de conexão usando vários sites ao redor do mundo. Dessa forma, fica mais fácil entender se o problema de velocidade vem de sua conexão, ou do servidor que você está trocando dados.
Esse serviço apresenta praticamente os mesmos dados de conexão da opção anterior, a novidade é que esse apresenta o seu “ping“.

O segundo modo é um pouco mais simples. Consiste apenas em fazer algum download de um servidor “confiável”. Não indico essa opção, afinal nenhum servidor, por melhor que seja, está isento de apresentar lentidão por alguns momentos. No entanto, existem alguns servidores que se mantém estáveis na maioria do tempo, como os da Microsoft.

__________

Vale lembrar que para obter um resultado mais preciso, é necessário que você feche programas que possam consumir parte de sua taxa de download/upload.

Caso a sua velocidade de conexão permaneça muito abaixo do contratado, não exite em exigir explicações e reparos por parte de sua operadora de banda larga e em casos extremos, realize uma reclamação com a ANATEL, o orgão fiscalizador de empresas de telecomunicação. Dessa forma, o serviço de Internet prestado no Brasil, que se encontra em situação precária, só tente a melhorar.

Anúncios

Dicas de Extensões para o Google Chrome

Recentemente, a Google liberou a nova versão do Chrome. Para a minha surpresa, essa versão já aceita extensões feitas pela comunidade. Só faltava esse empurrãozinho da Google para eu usar definitivamente o Chrome.

No primeiro dia de uso, encontrei algumas extensões semelhantes às que eu usava no Firefox e outras que eu não conhecia até então. Vou listar as melhores abaixo:

1- AdThwart: Um complemento já existente no Firefox. A sua função é detectar anúncios indesejados em sites e bloqueá-los. Sua lista de detecção é atualizada constantemente. Bom, ainda não pude constatar a eficiência da extensão, mas pelos comentários que li, ela é bastante eficiente. Atualmente, cerca de 150 mil usuários utilizam essa ferramenta.

2- Autozoom: Esse complemento memoriza ações de “zoom” em páginas da Internet (por algum motivo o Chrome ainda não faz isso). Ótimo para pessoas que como eu, utilizam resoluções mais altas, dificultando assim a visualização de determinados sites. O complemento é bem específico, o que pode torná-lo inútil para muitos. Eu parei de usá-lo após constatar que as páginas modificadas por ele estavam “travando” ao serem abertas. Mas não custa nada você testar aí.

3- Chromed Bird: Semelhante ao Echofon do Firefox, a função é a mesma, verificar e enviar mensagens do Twitter. Atualmente é a melhor ferramenta com essa função no Chrome. Não chega a ser ruim, mas ainda falta um pouco para ficar boa. Talvez penso assim porque estava acostumado com a praticidade do Echofon.

4- Google Mail Checker: O próprio nome já diz a função da extensão. Ela serve para identificar novas mensagens de e-mail em sua conta do GMail. Não é mostrada nenhuma informação a respeito da nova mensagem. O programa mostra apenas o número de mensagens não lidas. Isso compromete um pouco a qualidade da ferramenta, mas nada que tenha impedido o seu uso por mais de 200 mil pessoas até o momento.

5- Google Quick Scroll: Ferramenta aparentemente simples, mas bastante útil. Sabe quando você faz uma pesquisa no Google, acha um resultado, mas quando vai para a página não encontra a resposta para a sua pesquisa? Então, essa ferramenta acaba com esse problema. Ela, automaticamente identifica os termos das suas pesquisas no site encontrado pelo Google.

6- Google Translate: Essa extensão associa o tradutor da Google diretamente ao Chrome. A ferramenta identifica o idioma da página e lhe dá a opção de converter o texto para inúmeros outros. A tradução não fica 100%, mas dá pro gasto.

7- Google Wave Notifier: Semelhante ao GMail Checker. Essa ferramenta informa quando há novas “ondas” a serem lidas no Wave. A diferença é que essa  dá informações a respeito da nova “onda”.

8- Search Box: Um dos melhores complementos na minha opinião. Ele possibilita a pesquisa em inúmeros sites e te dá a possibilidade de adicionar outros à lista de pesquisa O único problema é que ele vem configurado para mostrar resultados em inglês, mas é possível modificar os resultados para português facilmente em suas configurações.

Bom, por enquanto são esses os complementos que eu considero úteis. Em breve farei um post com alguns complementos que não são de primeira necessidade, mas que facilitam a navegação de algum modo.

Ajudem as criancinhas com Síndrome de Dálmata

Os golpistas estão cada vez mais criativos.

Windows 7 ultrapassa Linux e Snow Leopard

market-share-blog
Divisão do mercado: a fatia do Windows 7 cresceu velozmente, mas as promoções ajudaram

Segundo a Net Applications, o Windows 7 já faz mais acessos à internet que Linux e Mac OS Snow Leopard juntos.

Apenas duas semanas depois de começar a ser vendido no varejo, o Windows 7 já é o quarto sistema operacional mais usado para acesso à internet. Fica atrás do XP, do Vista e do Mac OS X 10.5. Nas contas da Net Applications, 2,15% dos acessos à internet são feitos por Windows 7. É mais do que a soma das participações do Mac OS X 10.6 Snow Leopard (1,17%) e de todas as distribuições do Linux juntas (0,96%).

As estimativas são desta sexta-feira, 6 de novembro. A empresa chega a elas medindo o número de acessos a sites da internet feitos por cada sistema operacional. O método tem suas falhas, é claro. Mas dá uma idéia do que está acontecendo no mercado. O Snow Leopard já está disponível há mais de dois meses. Mas, como era fácil prever, foi deixado para trás pelo Windows 7 em apenas duas semanas.

Um outro estudo, da empresa NPD, aponta que, nos Estados Unidos, as vendas de Windows 7 nos primeiros dias após o lançamento foram 234% superiores às do Windows Vista. Para conseguir esse extraordinário volume de vendas, a Microsoft e seus parceiros fizeram muitas promoções nos Estados Unidos e em outros países. No Brasil, suponho que as vendas não tenham sido tão extraordinárias assim. Afinal, praticamente não houve promoções de lançamento no país e os preços aqui estão bastante mais altos que nos Estados Unidos.

Fonte.

Não é nenhuma surpresa esse “boom” de usuários do Windows 7. Desde que ele foi disponibilizado para testes, ficou claro que esses sistema foi um grande acerto da Microsoft.
Como o fim de ano está aí, e as montadoras já estão vendendo desktops e notebooks com o Windows 7, arrisco dizer que esse sistema será mais usado que o Vista até o meio do ano que vem…

MEC suspende ENEM

O MEC confirmou na manhã desta quinta-feira (1º) o cancelamento das provas do Enem que seriam realizadas no próximo fim de semana, nos dias 3 e 4 de outubro, em 113.857 salas de 10.385 escolas diferentes. A decisão foi tomada porque o conteúdo do exame vazou em São Paulo. O ministério afirma ter outra versão da prova, que deve ser realizada em até 45 dias.

O jornal O Estado de S. Paulo informou ao ministro Haddad que foi procurado na quarta-feira (30) por um homem que disse, ao telefone, ter as duas provas e que as entregaria em troca de R$ 500 mil.

A reportagem do R7 também foi procurada na quarta-feira (30) por um homem que mostrou um caderno com as supostas questões que seriam cobradas no domingo – uma delas trazia no enunciado a “Canção  do Exílio”, de Gonçalves Dias, e outra abordava a música “É Proibido Proibir”, de Caetano Veloso. O tema da redação era o Estatuto do Idoso.

O caderno trazia selos do Enem, do MEC e do Inep (órgão do ministério que realiza o Enem). Ele foi vazado na última segunda-feira (28) à noite, segundo o grupo que procurou a reportagem. Eles pediram R$ 500 mil para vender os cadernos de prova junto com um dossiê informando como foi feito o vazamento. O R7, no entanto, não se comprometeu com a  compra do material.

Fonte: R7.

____________________

Só umas considerações:

1- Agora o INEP tem a obrigação de disponibilizar a prova em seu site para download.

2- Pensem pelo lado positivo, agora nós vamos poder saber como exatamente será o ENEM, “simulado” melhor que esse não poderia existir.

3- Estou com medo das faculdades não aceitarem mais o ENEM como modo de seleção.

Agora é esperar, nesses próximos dias teremos mais novidades. Acho que “escolhi” o ano errado pra formar.

Dê a sua opinião sobre esse acontecimento na enquete abaixo:

Um pombo é mais rápido que sua Internet

Sim, é isso mesmo. Uma simples pomba consegue ser mais rápida do que a Internet da maioria dos brasileiros.

Segundo a Rede de Notícias BBC, uma pomba levou duas horas para transferir 4GB de dados em uma distância de 100km. Mas como? Simplesmente colocaram um pen drive dessa pombocorreio2capacidade em seu corpo e soltaram a ave.

Agora vamos fazer um cálculo simples:

A pomba gastou 2 horas, ou seja, 120 minutos, ou seja, 7200 segundos para transportar (ou no caso, fazer upload) 4GB, ou seja, 4096MB, ou seja, 4194304KBytes

Com isso, podemos concluir que a taxa de transferência de uma simples pomba é de aproximadamente 582KB/s. BEM mais rápido do que qualquer Internet que eu já vi.

Portanto, pense bem antes de chamar uma pomba de “rato que voa”.

Hino Nacional da Internet

internetMais uma paródia muito legal envolvendo informática, Internet, computadores e afins….

Dessa vez é a paródia de um trecho do Hino Nacional Brasileiro.

Recebi este texto por e-mail, o autor por enquanto é desconhecido.

O Vírus dos pilantras às Mouses plácidas
De um ponto.com um Browser retumbante
E o Uol da liberdade em Disco Rígido
Brilhou no Excel da Page nesse Scanner

Se o Open Word, deu Invalid
Conseguimos Formatar no Macintosh
Enter Save, ó Megabyte,
Desafio o nosso Site à própria Soft
Ó Dábliuu, ó Dábliu Atalho Cyber!

Brasil, um povo On Line, honrai os Links,
De amor e de esperança Download desce
E em teu formoso Excel risonho e Windows
A imagem do E-Mail à tela Address

Kbyte pela própria Netscape
És belo, és forte até quando és Moroso
E o teu Cursor Speedy a tua Senha,
Tecla adorada,
Entre outras News, eu Imprimi,
Ó Pasta amada,
Dos Zip deste Bol Esc mãe Pentium
Fax Modem, Brasil!